Em nossa loja você pode adquirir:

LIVROS físicos: Nossos livros podem ser enviados para qualquer local do Brasil, com frete gratuito, fazendo a compra (e dividindo no cartão pelo PAGSEGURO). Caso você queira o livro autografado para você ou presentear alguém, favor encaminhar e-mail com nome e endereço de entrega.

E-BOOKS: Você também pode adquirir a AQUI em nosso site, nossos e-books, em parceria com a maior livraria virtual do planeta, a AMAZON.

CONTATO
  • Telefone: (71) 3033-7045
  • E-mail: consultoria@sergioalmeida.com.br

O que você está fazendo com os seus 3 bilhões de segundos?

O que você está fazendo com os seus 3 bilhões de segundos?

“Para ganhar um Ano-Novo que mereça este nome,

você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo,

eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.

É dentro de você que o Ano-Novo cochila e

espera desde sempre.”

Carlos Drummond de Andrade

 

Confesso, adoro esse trecho do famoso poema “Receita de Ano-Novo” do nosso grande poeta. Drummond disse tudo!

Essa é uma época de repensar. De um repensar profundo, e de mil promessas feitas, por nós, para nós mesmos. E daí? O que vai acontecer nestes nossos novos 365 dias? Promessas, as mesmas de sempre?

Esses dias, conversando com minha filha, percebi um espanto dela, quando afirmei que uma criança, ao nascer, ganha 36.500 dias de vida.

Ela disse: - Como assim, meu pai?

Eu disse: - É simples. Se tudo correr bem, sem abusos da criança. Com uma vida digna, boa e moderada alimentação, exercícios, sem acidentes, com o nível tecnológico que a medicina alcançou hoje, a criança que acaba de nascer vai viver tranquilamente 100 anos.

- E?

- Muito bem. Fazendo as contas: 100 anos X 365 dias = 36.500 dias de vida.

Pois é, nascemos com um PRAZO de VALIDADE. Mal nascemos, o “taxímetro” da vida começa a correr.

E você aí? Quantos dias ainda tem? O que fez dos seus dias? O que fará dos dias de “crédito” que ainda estão por vir?

A consciência da finitude, por aqui, na estação Terra, onde somos passageiros, é o primeiro passo para valorização. Valorização, de fato, do que é importante na vida.

E lembremos: um dia tem 24 horas, uma hora tem 60 minutos, um minuto tem 60 segundos; logo, um dia tem 86.400 segundos. Logo, ao nascer, a criança ganha um bônus – se tudo ocorrer dentro da normalidade durante a vida – de 3.153.600.000, ou seja, aproximadamente 3 bilhões de segundos. Melhorou, não? Parece muito. Que nada, mudou a métrica, mas a data de validade continua aí. Isso me traz à mente outro grande poeta, agora um português, o grande Fernando Pessoa:

 

“O valor das coisas não está no tempo que elas duram,

mas na intensidade com que elas acontecem.

Por isso existem momentos inesquecíveis,

 coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis.”

 

Enfim, desejo-lhe consciência plena, que todos os seus segundos sejam importantes, “intensos”, incomparáveis. Não adie, a hora de construir um mundo melhor é agora. Encante seus amigos, seus Clientes; enfim, todos que cruzem o seu caminho. Parafraseando o grande Drummond “Não deixe o novo ano dormindo dentro de você”.

Está em suas mãos fazer acontecer. Feliz 2018!

Grande e fraterno abraço,

Sérgio Almeida

www.sergioalmeida.com.br